São Paulo Polifônica

Contagem regressiva!

A São Paulo Polifônica está quase pronta! Dentro de alguns dias você vai poder conhecer nosso trabalho e colaborar com um pedaço da sua São Paulo. Falta pouco! 

São Paulo e seus cinco sentidos

Quando decidimos explorar a sonoridade da capital paulistana, pensamos no “som” em seu sentido mais amplo, que envolvesse não só a diversidade de estímulos sonoros, mas também a pluralidade de origens, vozes e personagens.

Mas há outras maneira de perceber a cidade. Aliás, por princípio, existe cinco maneiras: audição, visão, paladar, olfato e tato. Pensando na variedade de sensações que podem ser experimentadas o São Paulo Turismo criou o Mapa de Sensações.

A idéia surgiu como um caminho para atrair e surpreender o turista, oferecendo uma vivência diferenciada de cada ponto da cidade. Funciona assim, cada ponto da cidade é marcado pelo estímulo que proporciona.

Quer um deslumbre visual? Vá ao aquário da cidade. Está perto da Avenida DR. Arnaldo? Aproveite para agradar seu olfato nas bancas de flores. Quer explorar os cinco sentidos de uma vez só? Mercado Municipal é o lugar.

O mapa foi impresso, mas nunca conseguimos um exemplar. Existe uma versão em PDF no site, que também serve de plataforma para quem quiser compartilhar experiências, sugerir algum ponto para o mapa, e trocar sensações. 

Nosso Museu da Imagem e do Som

Ideias na Laje é uma iniciativa muito legal da Pto de Contato, um espaço de coworking, e da agência Zebra Deluxe, aqui em São Paulo. Toda última quinta-feira do mês eles abrem espaço para pessoas apresentarem projetos e depois oferecem uma palestra de um profissional da área de empreendedorismo ou negócio digital. No final ainda rola uma cerveja com amendoim para o pessoal trocar ideias e cartões. 

Nessa última quinta, 26, a São Paulo Polifônica foi chamada para “se virar nos 5” e apresentar o projeto para uma plateia de empreendedores, profissionais de web e curiosos. A recepção foi muito legal e conhecemos muita gente bacana. O palestrante principal do dia foi o Rene de Paula, um fera em todos os assuntos web que já trabalhou na Microsoft e no Yahoo!, hoje está na Locaweb e deu uma aula sobre marketing digital e inovação. Deixamos aqui a dica que vale a pena ouvir o cara falar.

Ele definiu nosso projeto muito bem em uma frase: “Vocês querem fazer um Museu da Imagem e do Som na rede”. Ficamos pensando nisso depois e achamos que valia a pena compartilhar. É exatamente isso que a SPolifônica quer ser, só que como tudo na web, o nosso “museu” vai ser mais interativo, dinâmico e movimentado. Bagunçado, até. O acervo vai ser escolhido por quem está em contato constante com a cidade e todos os seus defeitos, qualidades, surpresas e movimentos. A curadoria vai ser de todo mundo, e vai acontecer o tempo todo, porque a cidade não pára. No final, vamos ter um museu mais perto dela. Mais “nosso”. 

Quem estiver em São Paulo pode acompanhar o que rola todo mês no Ideias na Laje pelo facebook deles. Quem não puder, pode assistir via streaming. Vale a pena! 

A chegada do coelho

No dia 29 de janeiro, a graça oriental do bairro da Liberdade foi além das deliciosas iguarias gastronômicas e infinitas bugigangas. Para comemorar a chegada do ano 4709 no calendário chinês, o ano do coelho, o já conhecido (e prestigiado) desfile de tradições chinesas alegram o domingo de muitos paulistanos. 



Qual música é a cara de São Paulo? 
O album Nossa Cara! New Sounds of São Paulo reúne artistas e ritmos que apresentam São Paulo pro mundo. Criado em parceria com o Brazil Music Exchange, o disco traz 18 faixas de artistas diferentes que são a cara da cidade hoje. E está todo disponível para ouvir ou baixar na rede! Entra lá e dá uma olhada. 

Qual música é a cara de São Paulo? 

O album Nossa Cara! New Sounds of São Paulo reúne artistas e ritmos que apresentam São Paulo pro mundo. Criado em parceria com o Brazil Music Exchange, o disco traz 18 faixas de artistas diferentes que são a cara da cidade hoje. E está todo disponível para ouvir ou baixar na rede! Entra lá e dá uma olhada. 

Source: soundsandcolours.com

Conseguimos!

Ontem a noite o São Paulo Polifônica se tornou mais um projeto bem sucedido do Catarse! Não só atingimos, como passamos o valor pedido, com a participação de 66 pessoas.

É muito mais do que podíamos imaginar! É incrível ver tanta gente acreditando no projeto e trabalhando para ver ele ir para frente.

Aos 66 apoiadores, nosso imenso agradecimento. Vocês agora são parte do São Paulo Polifônica (e não se preocupem que suas recompensas chegarão!). A quem gostou do projeto e, mesmo sem poder ajudar com dinheiro, passou a ideia adiante, tuitou, reblogou, contou para os amigos, nosso muito obrigada também.

Saber que tem tanta gente curtindo a ideia é uma das melhores coisas que vamos tirar dessa experiência. O financiamento colaborativo foi um começo incrível para o SPolifônica, mas foi só o início. Esperamos que todos continuem a nos acompanhar nas próximas etapas do projeto.

Muito obrigada mais uma vez! 
Um abraço a todos,

Letícia Arcoverde e Cecília Cussioli

Atingimos a meta no Catarse!

Hoje, a quatro dias do fim do prazo, conseguimos arrecadar 100% do valor pedido no Catarse! 59 pessoas acreditaram no São Paulo Polifônica e contribuíram para fazê-lo acontecer! Nosso muito obrigada a todos vocês que colaboraram, e a todos que espalharam a notícia por aí. Mostramos a força da colaboração!

Agora é partir para frente e continuar a produção da reportagem (e das suas recompensas, é claro!). Aguarde que em breve você poderá continuar colaborando - dessa vez com a sua história.

Um grande abraço da equipe do SPolifônica, 

Letícia e Cecília 

Colabore!! Falta pouco para financiarmos nosso projeto

Você só tem uma semana para nos ajudar a financiar esse projeto no Catarse.

Já arrecadamos uma parte mas ainda não atingimos nossa meta. Caso isso não ocorra, perdemos todo dinheiro acumulado. Então corra, clique aqui e acima e contribua com o primeiro TCC financiado coletivamente no Brasil. 

Se você não tem como colaborar ($$) agora, nós ajude a espalhar essa ideia. Diga a seus amigos, twitte, poste no seu blog. 

Super-herói contra o tédio

Vibrante e tétrica, São Paulo pode lembrar em alguns aspectos a sombria Gotham City da DC Comics. Eis que no meio dos muros de concreto, km de asfalto e da tediosa garoa (que virou tempestade), surge, ali na Rua Harmonia, um ínfimo pedaço de cidade capaz de encher os olhos: O Beco do Batman.

Com um nome carregado de simbolismo, o reduto de paredes grafitadas representa uma espécie de resistência artística perante um dia cinzento, em uma cidade cinzenta. E como um todo super-herói, o beco jamais será estático, sofre uma série de modificações com novas intervenções e pequenas contribuições diárias.

Ta afim de um lugar bacana pra fotografar, dar um passeio, ou simplesmente ser salvo dessa Gotham City tupiniquim. Vem pra cá, a gente recomenda. 

SPolifônica

Você já tentou imaginar a Paulista sem as buzinas dos carros? Ou a 25 de Março sem os gritos dos ambulantes? E se a Liberdade falasse francês?

Cada canto da cidade é formado por sons específicos, alguns que até passam despercebidos. Mas todos são parte da São Paulo que conhecemos. Ou melhor, da São Paulo que iremos redescobrir.

Nesse blog você pode acompanhar a produção da reportagem multimídia São Paulo Polifônica, que em breve estará pronta e aberta para colaboração.

Escute mais a sua cidade. O que você está ouvindo agora?


Dúvidas?